sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Sindrome do pequeno poder e do penis pequeno.

Definicao do Wikipedia: "A Síndrome do pequeno poder, segundo a psicologia, é uma atitude de autoritarismo por parte de um individuo que, ao receber um poder, usa de forma absoluta e imperativa sem se preocupar com os problemas perifericos que possa vir a ocasionar. Segundo Saffioti, é um problema social e não individual, característica da nossa sociedade. Ela surge quando aqueles que não se contentam com sua pequena parcela de poder exorbita sua autoridade."

Definicao do Ombudsman: "Forma de pessoas frustradas, normalmente de pau pequeno, sentirem-se poderosas abusando de uma autoridadezinha de merda que vem a exercer."


O tamanho do pinto eh inversamente proporcional ao tamanho da sindrome do pequeno-poder.

Estou para escrever sobre este tema ha algum tempo. Mas hoje veio a inspiracao que faltava. Estava no engarrafamento na esquina anterior a avenida e um agente de transito mandou que avancassemos o sinal. A entrada da avenida era exatamente em uma faixa de pedestres, parei em cima da faixa pois tinha um casal atravessando fora da faixa, e quando terminaram de passar fui embora. Olho pra tras e esta o desgracado anotando a minha placa. Uma pessoa normal colocaria e respectiva viola no saco e pensaria: "Da proxima vez vou me corrigir e sinalizar para que nao passem da faixa".


Representante do Estado: de costas para a pupulacao e interessado em seu proprio umbigo, o qual nao consegue enxergar.

Mas, olhando a figura do tal agente: afro-brasileiro, obeso, com um salario de R$1.536,00, feio, broxa e burro. Eh uma vidinha desgracada. Quem vai dar mole pra um cara desse naipe? Mulheres de quinta categoria, fisicamente falando. Para pegar algo melhor, so pagando, mas o orcamento nao da pra nada decente... Entao parte pra decadente mesmo: Vila Mimosa! Resultado: Auto-estima ZERO.

Para compensar esta vida mediocre (escrevo mediocre no sentido pejorativo pois na realidade eh abaixo da media) estes tipos abusam do pequeno poder que, e quando, possuem. Podem ser guardas de transito, porteiros, segurancas, fiscais, etc. O pior eh quando sao "otoridades" publicas, que tem a favor de si a presuncao da verdade. Tendo em vista o historico rescente de nossas autoridades, desde a mais alta, a presuncao deveria ser de que o agente publico esta sempre mentindo.

Um fenomeno interessante eh que esse mal nao atinge pessoas bonitas e/ou com cargos mais altos. E mais interessante ainda, praticamente nao atinge as mulheres. Isto porque o macho precisa provar a sua masculinidade; se nao consegue prover a sua prole e nao consegue boas parceiras para procriar, instintivamente precisara achar alguma forma para pavonear a sua macheza. Esta maneira eh abusando do seu poderzinho para chegar em casa ou no boteco imundo que frequenta tirando onda de que multou algum playboy, o grande feito do seu triste dia...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário